Bombeiros-RJ: Guarda-vidas e soldado, edital em março

google_ad_client = “ca-pub-1460737351724685”;
/* m */
google_ad_slot = “2360348523”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Na
reunião entre o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio
de Janeiro (CBMERJ), coronel Sérgio Simões, e o secretário de
Planejamento e Gestão do Estado do Rio de Janeiro (Seplag), Sérgio Ruy
Barbosa, realizada na última segunda, 10, foi decidido que a abertura do
concurso para soldado combatente e guarda-vidas ficará mesmo para
março. Segundo uma fonte ligada à seleção, havia a possibilidade de o
edital sair este mês, porém a previsão inicial foi mantida. Em recente
entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o coronel Sérgio Simões, afirmou que embora
o pedido feito ao governo fosse de 1.060 vagas (910 para soldado
combatente e 150 para guarda-vidas), a Seplag iria autorizar, em um
primeiro momento, 721 vagas. As demais seriam preenchidas durante o
prazo de validade da seleção. A expectativa é de que nos próximos dias a
oferta seja oficialmente anunciada.

google_ad_client = “ca-pub-1460737351724685”;
/* m */
google_ad_slot = “2360348523”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Os bombeiros vão receber este mês um aumento de 11,18%. Com isso, a
remuneração inicial passa para R$2.759,26, sendo R$2.309,26 de
vencimento-base, R$100 de auxílio-transporte e R$350 de gratificação por
participação por programa de capacitação. Os guarda-vidas poderão
receber uma gratificação de R$1 mil durante o verão. O cargo de soldado
combatente requer o nível médio e carteira de habilitação na categoria
“B”. Os futuros candidatos deverão ter até 51 anos no ato da posse. Para
quem pretende concorrer a soldado combatente, o diretor-geral de
Pessoas dos Bombeiros, coronel Gilvan de Castro, já havia informado que o
programa será o mesmo da seleção para motorista, realizada em 2012. A
única diferença é que não haverá Legislação de Trânsito. Ou seja, os
candidatos serão avaliados somente por meio de questões de Língua
Portuguesa e Matemática.

No último concurso para guarda-vidas
puderam participar os candidatos nascidos a partir de 1º de fevereiro de
1984. Além disso, era necessário ter altura mínima de 1,60m (para ambos
os sexos) e possuir os documentos comprobatórios da escolaridade
exigida para o cargo (ensino médio completo). Segundo a Diretoria-Geral
de Pessoal, o conteúdo programático será o mesmo da última seleção,
exceto o teste de habilidade específica (piscina e praia). São grandes
as chances da Funcefet ser mantida como organizadora do concurso, já que
ela foi responsável pela última seleção de soldado motorista da
corporação.
Fonte: Folha Dirigida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*